domingo, 26 de fevereiro de 2017

"Amar se aprende amando" - Carlos Drummond de Andrade (1985)

"Amar se aprende amando" foi lançado, em primeira edição pela Editora Record em 1985, com 178 páginas de deliciosas poesias cotidianas que retratam com grandeza as pequenas coisas da vida. Segundo Ivan Junqueira, que explica o livro de forma magistral, usando suas "orelhas": "Drummond se debruça aqui sobre as coisas miúdas, humílimas até e quase anônimas da multiforme floração cotidiana, encordoando outra vez uma viola que a muito tempo silenciara". 

O exemplar em minha coleção foi dedicado e autografado para: "Nilcéa, com o velho carinho do Carlos". Trata-se de Nilcéa Roma, para quem Drummond havia dedicado o exemplar número 2, de uma tiragem de 150 exemplares, do livro "Sentimento do Mundo" (vide post neste blog).


Capa do livro "Amar se aprende amando" de
Carlos Drummond de Andrade

Detalhe da ilustração de capa.


Detalhe da lombada.

Folha de rosto.

Dedicatória de Carlos Drummond de Andrade
para Nilcéa. 45 anos atrás, o Poeta já havia
dedicado uma obra para Nilcéa. Vejam o post
"Sentimento do Mundo" nest Blog.


Detalhe tipográfico do livro.

Contra-capa de "Amar se aprende amando"

Poesia da contra-capa.

Fotografia de Drummond na contra-capa

Nenhum comentário:

Postar um comentário